GM suspeito de furto e roubo fica em silêncio durante depoimento

GM suspeito de furto e roubo fica em silêncio durante depoimento Foto: Internet

Um assalto que resultou com uma mulher baleada no dia 10, Dia das Mães, continua sendo investigado pelo Polícia Civil e um agente da Guarda Municipal é considerado suspeito no caso. O delegado Antônio Silvio Cardoso colheu depoimentos nesta segunda-feira (18). 

O guarda, que foi detido na noite da última sexta-feira (15), preferiu ficar em silêncio durante o interrogatório. Já o segundo ouvido, um jovem de 23 anos, afirmou que emprestou a motocicleta para o guarda cometer o crime, mas estaria sendo ameaçado para não contar sobre a ação. O delegado adiantou que vai interrogar o jovem mais uma vez e o inquérito deve ser concluído ainda nesta semana.

O servidor só foi localizado após moradores do bairro anotaram a placar da motocicleta e os policiais chegaram no proprietário da Twister. Procurado pela reportagem, o advogado do guarda, Rogério Belinelo, informou que vai falar em entrevista coletiva nesta terça-feira (19). Já a defesa do outro suspeito preferiu não se pronunciar por enquanto e informou que não teve acesso aos detalhes da investigação.

O secretário municipal de Defesa Social, Pedro Ramos, responsável pela Guarda Municipal, já comunicou que o agente foi afastado e deve responder uma sindicância. Ele está há 10 anos na corporação e nunca havia sido penalizado anteriormente por má conduta.

Entenda o caso
A vítima chegava na casa dos seus pais após sair do trabalho quando foi surpreendida por uma motocicleta. Foram levados no local R$ 2 mil em dinheiro e um veículo Cruze. A ação aconteceu na rua Athos Anzola, no jardim Santiago, e o carro foi encontrado pouco tempo depois no mesmo bairro.

Porém, no mesmo dia o apartamento em que ela mora foi invadido e R$ 160 mil foram furtados do local. O criminoso entrou com a tag, uma espécie de chave eletrônica, e não precisou arrombar a porta. O dinheiro seria da empresa em que a mulher trabalha. Ela foi atingida na perna e já se recupera do ferimento.

As investigações da Polícia Civil apontam o agente como suspeito. Ele teve um relacionamento amoroso com a vítima. Vizinhos da residência no Santiago anotaram a placa da motocicleta utilizada no assalto. Com isso, os policiais localizaram o proprietário da Twister que informou ter emprestado a mesma para o guarda no dia dos fatos.

Foto: Internet

Informações: Polícia Civil

Rádio Almagro FM

Rate this item
(0 votes)
Última modificação em Terça, 19 Maio 2020 11:40

Deixe um comentário em nosso mural

Certifique-se de inserir todas as informações necessárias, indicadas por um asterisco (*). Código HTML não é permitido.